01 a 04 de outubro de 2019 –  ACEN de Naviraí
 40 horas

Profª Dra. Célia Regina de Carvalho

Profª Dra. Ana Carolina Faustino

  Programa de Fomento a Eventos – PROECE/UFMS

Gerência Municipal de Educação (GEMED) e Secretaria Estadual de Educação (SED/MS)

O público a ser atendido são professores da educação básica redes estadual, municipal e do ensino superior, estudantes de Graduação e Pós-graduação, pesquisadores e demais profissionais da educação da região de Naviraí/MS, do Estado de Mato Grosso do Sul e de outros estados brasileiros.

Promover reflexões e debates acerca dos impactos da cultura digital na educação, bem como a necessidade de ressignificação do papel da escola, frente as novas demandas do século XXI.

 

  1. Discutir sobre o papel da escola e do professor diante dos avanços da cultura digital;
  2. Contribuir para formação inicial e continuada de acadêmicos, profissionais da educação e áreas afins;
  3. Fomentar a parceria e a troca de conhecimentos entre universidades, pesquisadores da área da educação e professores da educação básica;
  4. Socializar práticas inovadoras que contemplem o emprego de tecnologias digitais e ambientes digitais de aprendizagem;
  5. Divulgar resultados de pesquisas relacionadas com as tecnologias digitais nos âmbito nacional e regional que promovam a melhoria da qualidade da educação, a equidade e a inclusão;
  6. Socializar práticas na educação matemática que utilizem a tecnologia na produção de conhecimentos;

Desde a implantação da UFMS/CPNV, em 2009, a Jornada Nacional de Educação de Naviraí contempla um tema relevante para a educação. Em 2019, ano em que será realizada a XI Jornada Nacional de Educação de Naviraí, a temática escolhida é Cultura Digital, Educação e Formação Docente.
Esta temática se torna cada vez mais relevante na medida em que a partir da década de 1990 a sociedade se tornou mais globalizada, facilitando o acesso à informação digitalizada. A era da informação se caracteriza como a “primazia do valor da informação sobre o valor das matérias-primas, do trabalho e do esforço físico” (PÉREZ-GÓMEZ, 2015, p. 17). Por este motivo, a informação e do conhecimento assumem relevância na medida em que se configuram como elementos substanciais da cultura atual.
Com isso, o acesso ao conhecimento, principalmente, no século XXI com a expansão da web 2.0, é mais acessível, imediato e praticamente onipresente (PÉREZ-GÓMEZ, 2015). Qualquer pessoa pode ter acesso na internet a uma variedade de informações, sem o auxílio de um professor ou que muitas vezes nem sequer são tratadas dentro da escola.  O sentido e o papel da escola têm sido questionados, pois este modelo de escola pela qual os alunos apenas vão para adquirir conhecimentos precisa ser revisto. É preciso questionar, portanto, “se tem sentido que o espaço da sala de aula tenha sido pensado como o lugar privilegiado para se instruir, educar e aprender” (HERNÁNDEZ-HERNÁNDEZ; SANCHO-GIL. 2015, p. 12). Em vez disso, a escola deve se voltar para a criação de novos espaços de aprendizagem que admitam os saberes que as crianças e jovens trazem de suas vivências e experiências na rede.
No atual contexto brasileiro há um crescente número de dispositivos eletrônicos que facilitam a comunicação e o acesso à informação, tais como o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). Em seu relatório de 2018, o IBGE aponta que dentre os equipamentos utilizados para acessar a internet  94,6% se referem ao telefone móvel, 63,7% ao microcomputador e 16,4% ao tablet (IBGE, 2018). A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua TIC 2017 (IBGE, 2018), indica que 61% dos domicílios brasileiros têm acesso à internet, sendo que as duas regiões com mais acesso sudeste (69%) e centro-oeste (68%), respectivamente. Tais resultados confirmam que 71% da população com dez anos ou mais estão conectados a internet por meio do celular. Dentre as finalidades do acesso se destaca o envio de mensagens textos, voz ou imagens (94%), assistir a vídeos, séries e filmes (76,4%), vindo logo em seguida, conversas por chamadas de voz ou vídeo (73,3%) (IBGE, 2018).  Tais dados vão ao encontro de pesquisas realizadas pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) ao apontarem que em 2017,  aproximadamente 23 milhões de crianças e adolescentes (97%) acessaram dispositivos móveis. Deste total, 44% das crianças e adolescentes, utilizaram exclusivamente por meio de celulares (11 milhões) (BRASIL, 2017).
Em se tratando da educação as Diretrizes de políticas para a aprendizagem móvel da Unesco (2013) propõem que a formação docente  proporcione  “oportunidades para que educadores compartilhem estratégias para a integração efetiva de tecnologias em instituições com recursos e necessidades semelhantes” (UNESCO, 2013, p. 33).
Nesta direção, XI edição da Jornada Nacional de Educação marca os 10 anos da implantação do campus e do curso de Pedagogia em Naviraí e busca promover reflexões e debates acerca dos impactos da cultura digital na educação, bem como a necessidade de ressignificação do papel da escola, frente às novas demandas do século XXI. Tem como público-alvo: acadêmicos e egressos do curso de Pedagogia da UFMS e demais instituições do município e região, profissionais da educação infantil, anos iniciais, Educação de Jovens e Adultos das redes municipal e estadual, bem como pesquisadores em nível de graduação na UFMS e pós-graduação das regiões Centro Oeste e Sul do país, sobretudo de universidades como UFGD, UEMS, UNIGRAM, UEM, UNIOESTE etc.
Será realizada no período de 01 a 04 de outubro de 2019 e será composta por duas conferências, mesa redonda com a apresentação dos grupos de estudos liderados por professores do campus, minicursos voltados para a temática do evento, apresentação de trabalhos científicos na forma de comunicação oral e uma mesa redonda com professores e pesquisadores da área. Além disto, estão previstas duas sessões de filmes que tratem da questão da cultura digital, tecnologias e suas interfaces com a educação.

Últimas notícias
Ver mais notícias [+]

Certificados da Jornada.

Já está disponível para acessa os certificados da Jornada Nacional de Educação de Naviraí 2019.  Acesse o link: https://certificados.ufms.br/home